quinta-feira, 25 de maio de 2017

INICIAÇÃO AO ESTUDO DA DOUTRINA ESPÍRITA - REP DO BLOG ESPIRITISMO SÉCULO XXI


Iniciação ao estudo da doutrina espírita





Os reveladores das leis de Deus

Este é o módulo 29 de uma série que esperamos sirva aos neófitos como iniciação ao estudo da doutrina espírita. Cada módulo compõe-se de duas partes: 1) questões para debate; 2) texto para leitura.
As respostas correspondentes às questões apresentadas encontram-se no final do texto sugerido para leitura. 

Questões para debate

1. Além de Jesus, que reveladores das leis de Deus existiram no mundo?
2. Um deles é tido por Kardec um dos precursores do Espiritismo. Qual o seu nome e quando viveu?
3. Por que Jesus não pode ser nivelado aos grandes reveladores que já passaram pela Terra?
4. Muitas das verdades ensinadas pelo Espiritismo têm no Evangelho as suas bases. Mencione três citações evangélicas que nos recordam os princípios espíritas.
5. Qual é, segundo Jesus, o maior mandamento da lei de Deus e como Kardec o sintetizou?

Texto para leitura

O mais perfeito dos reveladores
1. A Lei Divina ou Natural rege toda a criação no Cosmo infinito, nos seus múltiplos e diversificados planos, sendo ela a única que conduz a criatura humana para o aperfeiçoamento e a felicidade. A desventura humana é, pois, geralmente, a consequência de um desvio ou infração dessa lei.
2. A Lei Natural, subdividida em leis físicas e leis morais, significa a projeção do pensamento divino e a expressão fidedigna de sua vontade, consistindo sempre num preceito normativo que regula todos os fenômenos da vida universal. Eternas, imutáveis, infalíveis, tais leis abrangem os mais variáveis planos evolutivos, de acordo com as diversas categorias dos mundos.
3. O conhecimento da Lei Natural é dado à Humanidade de maneira gradual, por meio de Espíritos reencarnados como filósofos ou benfeitores, que, aportados no seio da sociedade, são chamados reveladores da Lei Natural, uns vinculados mais diretamente à revelação das leis físicas, enquanto outros se dedicam a iniciar-nos nas verdades relacionadas com as leis morais.
4. O maior e mais perfeito dos reveladores encarnados no planeta foi Jesus. A doutrina que ele nos ensinou é altamente moralizadora e nos revela caminhos que, se seguidos, podem levar-nos à conquista da verdadeira felicidade.
5. Houve, no entanto, em todas as épocas da Humanidade outros reveladores da Lei Natural, localizados nos diferentes campos do conhecimento humano, o que mostra que Deus nunca nos deixou à mercê de nossas próprias imperfeições.
6. Uma mostra disso foi Imotep, que viveu no Egito Antigo, perto de Mênfis, entre 2980 a.C. a 2950 a.C. Homem erudito, Imotep constitui o primeiro exemplo histórico do que hoje chamamos de cientista. Além de ter sido o arquiteto responsável pela construção da pirâmide de degraus ou de Sacará, que é a mais antiga do Egito, Imotep teria sido também médico, e com tamanho poder de cura, que os gregos o igualavam ao seu próprio deus da Medicina.

Sócrates, um dos precursores das ideias cristãs
7. Eis, a seguir, outros vultos notáveis nascidos na Terra antes da Era Cristã.
8. Tales de Mileto, matemático e filósofo grego, que viveu entre 624 a 546 a.C., foi considerado pelos gregos o fundador da Ciência, da matemática e da filosofia gregas, sendo-lhe creditada a paternidade da maior parte do saber de sua época. Pitágoras, que também viveu na Grécia, no período de 582 a 497 a.C., foi filósofo, astrônomo e matemático e o primeiro sábio a afirmar que a Terra era esférica, além de haver descoberto que a harmonia universal podia ser expressa com os números.
9. Sócrates, que viveu em Atenas entre os anos 470 e 399 a.C., teve uma vida nobre como as verdades que ensinava, a ponto de ter sido considerado por Kardec um dos precursores das ideias cristãs e espíritas. Nunca houve quem o pegasse em erro, falha ou contradição, o que não impediu fosse condenado à morte devido a uma acusação de traição e corrupção levantada contra ele pela inveja de seus patrícios.
10. Na Era Cristã, entre os anos 130 e 200, viveu Galeno, médico grego que é considerado o “pai da anatomia”. No ano 780 nasceu o matemático árabe Muhammad Ibumusa Al Khwarizmi, que revolucionou a arte de calcular. Em 1473 nasceu Nicolau Copérnico, que descobriu que a Terra não era o centro do Universo.
11. Em 1548, perto de Nápoles, na cidade de Nola, nasceu Giordano Bruno, que foi levado à morte pela Inquisição por defender a infinitude do espaço e os movimentos da Terra. Dois séculos depois, em 1791, nasceu em Charlestown (EUA) Samuel Finley Morse, que se notabilizou pela invenção do telégrafo, com o que se inaugurou o campo das comunicações modernas.

Correlação Espiritismo e Cristianismo
12. A lista dos grandes gênios que impulsionaram com sua presença o conhecimento das leis naturais no mundo é acrescida com Darwin, Rafael, Leonardo da Vinci, Mozart, Pasteur, Koch, Lister, culminando no século passado com a codificação dos ensinos recebidos dos Espíritos Superiores, tarefa essa confiada a Kardec.
13. O mundo recebeu com impacto o renascimento do Cristianismo e a partir daquele momento a Humanidade, confundida, alertada, crédula ou incrédula, não mais seria a mesma. Chegara a era da espiritualização, séculos depois das primeiras sementes lançadas por Moisés, semeadas e regadas por Jesus na sua extraordinária missão do amor ao próximo e cultivadas ao longo dos tempos por emissários enviados por Deus: os apóstolos e seguidores do Cristianismo que foram conhecidos pelos nomes de Francisco de Assis, Vicente de Paulo e tantos outros.
14. Jesus não pode, todavia, ser nivelado a esses reveladores, por maior que tenha sido a contribuição que eles nos trouxeram, visto que o Cristo estabeleceu um grandioso marco nas conquistas evolutivas do homem. É que o Mestre de Nazaré não se limitou a ensinar e esclarecer, mas constituiu o exemplo vivo das verdades evangélicas, provocando no mundo uma verdadeira revolução.
15. Muitas das verdades anunciadas pelo Espiritismo encontram na doutrina cristã as suas bases. As citações evangélicas que se seguem são ensinamentos de Jesus que se correlacionam com os princípios espíritas da pluralidade dos mundos habitados, a reencarnação, a caridade, a lei de ação e reação e a mediunidade:

“Há muitas moradas na Casa do Pai” (João, 14:1-3)
“Ninguém pode ver o reino de Deus se não nascer de novo” (João, 3:1-12)
“Tudo o que vós quereis que vos façam os homens, fazei-o também a eles” (Mateus, 7:2)
“Bem-aventurados os que choram, pois que serão consolados” (Mateus, 5:5)
“... todos os que lançarem mão da espada, à espada morrerão” (Mateus, 26:52)
“Curai os enfermos, ressuscitai os mortos, limpai os leprosos, expeli os demônios” (Mateus, 10:8).

16. É devido a essa correlação entre a doutrina de Jesus e os ensinos espíritas que se diz que o Espiritismo é o Cristianismo redivivo. E, se Jesus disse ser o mandamento maior “o amor a Deus e ao próximo”, Kardec afirma que “fora da caridade não há salvação”, mostrando que ninguém poderá intitular-se espírita se primeiramente não for cristão.

Respostas às questões propostas

1. Além de Jesus, que reveladores das leis de Deus existiram no mundo?
O maior e mais perfeito dos reveladores encarnados no planeta foi Jesus. A doutrina que ele nos ensinou é altamente moralizadora e nos revela caminhos que, se seguidos, podem levar-nos à conquista da verdadeira felicidade. Houve, no entanto, em todas as épocas da Humanidade outros reveladores da Lei Natural, localizados nos diferentes campos do conhecimento humano – seja na filosofia, na ciência, na religião, no campo político ou mesmo nas artes  –  o que mostra que Deus nunca nos deixou à mercê de nossas próprias imperfeições.
2. Um deles é tido por Kardec um dos precursores do Espiritismo. Qual o seu nome e quando viveu?
Seu nome é Sócrates, que viveu em Atenas entre os anos 470 e 399 a.C. Sócrates teve uma vida nobre como as verdades que ensinava e nunca houve quem o pegasse em erro, falha ou contradição, o que não impediu fosse condenado à morte devido a uma acusação de traição e corrupção levantada contra ele pela inveja de seus patrícios.
3. Por que Jesus não pode ser nivelado aos grandes reveladores que já passaram pela Terra?
Jesus não pode ser nivelado a esses reveladores, por maior que tenha sido a contribuição que eles nos trouxeram, porque o Mestre estabeleceu um grandioso marco nas conquistas evolutivas do homem e não se limitou a ensinar e esclarecer, mas constituiu o exemplo vivo das verdades evangélicas, provocando no mundo uma verdadeira revolução.
4. Muitas das verdades ensinadas pelo Espiritismo têm no Evangelho as suas bases. Mencione três citações evangélicas que nos recordam os princípios espíritas.
Eis três citações evangélicas bastante conhecidas e que se correlacionam com os princípios espíritas da pluralidade dos mundos habitados, da reencarnação e da lei de causa e efeito, respectivamente:
“Há muitas moradas na Casa do Pai” (João, 14:1-3)
“Ninguém pode ver o reino de Deus se não nascer de novo” (João, 3:1-12)
“... todos os que lançarem mão da espada, à espada morrerão” (Mateus, 26:52).
5. Qual é, segundo Jesus, o maior mandamento da lei de Deus e como Kardec o sintetizou?
O “amor a Deus e ao próximo” é, segundo Jesus, o maior mandamento da lei, que Kardec sintetizou na conhecida frase “Fora da caridade não há salvação”.


Nota:
Eis os links que remetem aos 3 últimos  textos:





Como consultar as matérias deste blog? Se você não conhece a estrutura deste blog, clique neste link:http://goo.gl/OJCK2W, e verá como utilizá-lo e os vários recursos que ele nos propicia.




quarta-feira, 24 de maio de 2017

PILULAS GRAMATICAIS (258) - REP. DE O BLOG ESPIRITISMO SÉCULO XXI


Pílulas gramaticais (258)




A pedido de um leitor, esclarecemos que verbo de ligação é todo verbo que une ao sujeito, de modo direto, o seu predicativo. Esse verbo não indica ação alguma por parte do sujeito, mas apenas um estado, uma qualidade, uma situação, uma condição ou uma classificação do sujeito.
Trata-se de uma partícula relacional, como os conetivos, razão pela qual também é chamado de verbo relacional.
São verbos de ligação: ser, estar, andar, tornar, ficar, acabar, continuar, permanecer, parecer, semelhar.
Exemplos:
Pedro é bom. (permanência)
A fazenda é enorme. (permanência)
João está preocupado. (transição)
Os filhos estavam próximos de nós. (transição)
Manoel anda cabisbaixo. (transição)
Maria está doente. (transição)
Francisco andou depressivo. (transição)
A situação tornou-se dramática. (mudança de estado)
Clara ficou aturdida. (mudança de estado)
No Brasil tudo acaba em pizza. (mudança de estado)
A festa lá continua animada. (estado ou continuidade)
Tudo permanece como antes. (estado ou continuidade)
A lua ontem parecia um Sol. (semelhança)
A rua semelhava um ringue. (semelhança)

*

Allan Kardec, quando usava a palavra “Cristo”, antepunha a ela o artigo definido “o”.
Exemplos:
O Cristo fez dele a base do seu edifício.
O Cristo e Moisés foram os dois grandes reveladores.
O Cristo, tomando da antiga lei o que...
Segundo ele, a anteposição do artigo à palavra Cristo (do grego Cristos, ungido), empregada em sentido absoluto, é mais correta, visto que essa palavra não é o nome do Messias de Nazaré, mas uma qualidade tomada substantivamente. É pela mesma razão que se diz o Buda, o Faraó, o rei.




Como consultar as matérias deste blog? Se você não conhece a estrutura deste blog, clique neste link:http://goo.gl/OJCK2W, e verá como utilizá-lo e os vários recursos que ele nos propicia.



terça-feira, 23 de maio de 2017

QUANTO CUSTA UM FILHO?

Já perdeu algum parente para as drogas?            * Por Reinaldo Cantanhêde Lima

Quanto você gastou em dinheiro para criar um filho até  a idade de 11 anos? Não sabe! Isso varia de acordo com a condição financeira do pai e da mãe. Entretanto, lembra das alegrias ao ter a certeza de estar grávida e do dia do nascimento do bebê, dos olhares da criança, do dia do primeiro aniversário, do engatinhar, do sentar, do primeiro pino, do primeiro passo, do primeiro conjunto, do primeiro fardamento escolar e do primeiro diploma no jardim de infância. Até aí, só alegrias e muitos planos para o futuro!

A inda na pré-adolescência descobre que o seu filho, ou filha está  envolvido ou envolvida com drogas lícitas e ilícitas. A primeira decepção! Com o passar do tempo, fica sabendo que ele  ou ela,  faz parte de um grupo de malfeitores, organização conhecida como  “Gangue”. A segunda decepção e mais dolorida. A cada pessoa que chama na porta,  um espanto, um tremor nas pernas, boca amarga,  dores no corpo, desarranjo intestinal e até insônia, durante a noite, ouve foz do seu filho, pedindo socorro, embora não o seja. A vida transformou-se em um pesadelo!

Depois recebe um  policial em  sua residência, informando que o seu filho ou filha está envolvido(a) com pequenos roubos. É preciso que o pai ou a mãe compareça a delegacia de polícia, para assumir a responsabilidade. Na outra semana a sua casa é depredada em razão do seu filho drogado ter furado um  outro drogado. O pai ou a mãe comparece  a delegacia de polícia, pela segunda vez. Andando pelas ruas, não levanta o rosto para cumprimentar os amigos,  o coração está sangrando e as pernas enfraquecidas levam a vítima até a sua própria residência.

Daí, á algumas semanas ouve dizer bem cedinho na padaria mais próxima de sua casa, que o seu filho a noite envolveu-se com brigas,  foi espancado pela polícia e, encontra-se preso. No outro dia, pela madrugada, ouve uma voz enfraquecida como quem pede socorro, a mãe ao abrir a porta depara-se com o rapaz, outro filho, com o rosto deformado com hematomas produzidos por chute de pé calçado com botas de trabalhar em obras.

Entre tantos dias difíceis, o pior, foi quando ficou sabendo que o seu filho, encontrava-se ferido e estendido no chão  sobre um lago  de sangue. Podendo ter sido ferido por um dos seus comparsas ou membros de grupos rivais ou até por um policial. É assim a triste realidade de um pai ou de uma mãe de usuários dependentes de drogas!

Os escritos a cima são tudo verdade e, não é toda verdade. Alguns fatos são omitidos. Em conversa em épocas passada, em oportunidade que a TV o Globo  apresentava a novela o “Clone”, havia um personagem, identificado como Mel, a atriz, representava uma moça com dependência química. Nessa oportunidade uma professora, perguntou-me sobre o papel de Mel, o que ela representa é verdade seu Reinaldo? Respondi que não havia nenhum exagero!!!

*Funcionário Público, Sindicalista, SINTRENSE/MA, Mobilizador Social e Educador Alternativo

A ARTE DA EXISTÊNCIA - REP. DE O BLOG ESPIRITISMO SÉCULO XXI


Contos e crônicas



A arte da existência

CÍNTHIA CORTEGOSO
cinthiacortegoso@gmail.com
De Londrina-PR

Se após a noite escura, o sol nasce com brilho; se após a chuva, as flores tornam-se mais vivas e coloridas; se após a dor, o bálsamo da paz visita o coração como se parecesse tão distante a turbulência que ocasionou o sofrimento; se após a grande lição, pernas mais fortes seguem o caminho rumo ao objetivo; se após a perda de um alguém dos nossos dias, o sonho, na noite, apresenta-nos a verdadeira vida... a eternidade; se após todo desalento há o seu reconforto, basta somente mais fé para senti-lo.
Nunca estamos sós e nunca estamos apenas à mercê de dias infelizes, a não ser que seja o desejo de um triste coração; porém, mesmo assim, a bondade divina é maior do que qualquer outro sentimento. Deus é tudo, é a vida, é a supremacia, é a luz eterna, é a alegria e a força, é a paz e o amor, é a proteção e o amparo, é o perdão e a bondade.
Se Deus, incomparável, criou-nos como Seus filhos, o que temeremos? Devemos aprender bem mais a viver esta tão abençoada oportunidade e compreender que esta é uma de tantas vividas e uma das inúmeras futuras reencarnações adiante. E se há sucessivas oportunidades, cada vez mais desenvolvermos a fé, que é a crença em algo que não se pode tocar, mas que totalmente se pode atestar e sentir, é imprescindível.
Desde o início, o amparo é companheiro e a luz não se apaga; às vezes, ela não é vista pelo motivo de os olhos estarem fora do ângulo do caminho reto, no entanto, a luz é eterna e sempre brilhará onde a bondade e o amor forem moradores e onde o esforço por melhoria for verificado.
O sorriso no rosto refletirá a esperança e o agradecimento e como é maravilhoso receber a alegria de olhos que simplesmente sorriem. Por recebermos a vida, já é a grande causa para sentirmo-nos fortes e felizes para a jornada dos infindos dias.
Tudo será valioso quando o amor for o regente da sinfonia e quando este amor for sentido pelo próprio coração, então, as dificuldades passarão e as dores se suavizarão, pois nenhuma ocorrência perdurará por tempos incalculáveis e o bem será valorizado e a turbulência sempre cessará. O pensamento, energia absoluta, precisa de direção e cultivo para sua melhor essência, já que se cria um universo pela forma de pensar.
E avante... este é o melhor imperativo sempre, pois nada para a não ser que se force a sua parada por um instante e desperdice o precioso tempo. Mas a vida é abençoada demais e precisa ser explorada com todo agradecimento. Menos medo, menos apego; as coisas boas se vão para que melhores ainda possam apresentar-se. E a mais notável companhia continua ao nosso lado... eternamente.
Nunca estaremos abandonados, portanto, nunca desistamos de nós mesmos. Somos o nosso tudo até agora e tudo o que mais podemos conquistar. À vida, a ausência de querer viver ‒ se isso vier um dia a acontecer ‒ lhe deixará um enorme vazio porque somos vida e na vida devemos estar, a nossa apatia deixará os seus doces olhos marejados de tristeza pela falta de fé.
E teremos todo amparo necessário e a renovação de forças para a continuidade e a cada passo alcançado nos aproximaremos mais da alegria. E o sentido do caminho será pleno quando o nosso coração reconhecê-lo como fundamental e não quando alheios corações quiserem impor-lhe um sentido equivocado.
Cada trilha é extremamente valiosa. Teremos companheiros sempre, mas a jornada será individual, e Deus continuará cuidando de cada um de nós.

Visite o blog Conto, crônica, poesia… minha literatura:http://contoecronica.wordpress.com/





Como consultar as matérias deste blog? Se você não conhece a estrutura deste blog, clique neste link:http://goo.gl/OJCK2W, e verá como utilizá-lo e os vários recursos que ele nos propicia.



domingo, 21 de maio de 2017

MANDE A PERGUNTA QUE EU MANDO A RESPOSTA!

 Essa leitora foi a que me perguntou se a prefeita havia me calado.  Agora ela quer saber se vão construir o hospital Regional em Rosário.  Ela é minha admiradora e, precisamos informar as pessoas e com segurança. Dona X eu não me articulo com o governo, eu sou apenas fomentador, traduzindo: abanador de fogo na panela para ver se ela ferve.  Portanto, dizer que estamos aguardando a Promotora de Rosário se pronunciar sobre os 04 programas das redes básicas de saúde ou seja:  Rede Cegonha, Rede de Atenção Psicossocial, Rede de Atenção às Urgências e Rede de Atenção ao Câncer de Colo de Útero e de Mama.

Sobre o Hospital Regional a DD. Promotora de Rosário Maria Cristina Lima Lobato Murilo titular da Comarca, já encaminhou a AÇÃO CIVIL PÚBLICA COM PEDIDO DE LIMINAR, CONFORME O PROCESSO: 2039-04.2016.8.10.0115. O mencionado processo encontra-se na 1ª Vara da Comarca de Rosário desde o dia 16.08.2016.

Neste caso, e, principalmente, as pessoas que assinaram o abaixo assinado poderão se dirigir para 03 autoridades:  que são a promotora de justiça da comarca de Rosário, Dr. Maria Cristina Lima Lobato Murilo, a Dr. Juíza de direito da 1ª Vara da Comarca de Rosário e ao Gestor Regional de Saúde Dr. Willame Anceles. 

REFLEXÕES À LUZ DO ESPIRITISMO- POR QUE MUITOS JOVENS MUDAM TANTO AO FINAL DA ADOLESCÊNCIA.


Reflexões à luz do Espiritismo



Por que muitos jovens mudam tanto ao final da adolescência

Surpresa com a mudança de temperamento que se verifica com alguns jovens no período final da chamada adolescência, uma leitora perguntou-nos se o Espiritismo tem alguma explicação para isso.
Sim. Trata-se de um assunto tratado com clareza na principal obra de Allan Kardec, como podemos ver no texto que adiante reproduzimos:
– Que é o que motiva a mudança que se opera no caráter do indivíduo em certa idade, especialmente ao sair da adolescência? É que o Espírito se modifica?
“É que o Espírito retoma a natureza que lhe é própria e se mostra qual era.” (O Livro dos Espíritos, questão 385.)
Na sequência da resposta, os instrutores espirituais disseram mais o seguinte:
“As crianças são os seres que Deus manda a novas existências. Para que não lhe possam imputar excessiva severidade, dá-lhes ele todos os aspectos da inocência. Ainda quando se trata de uma criança de maus pendores, cobrem-se-lhe as más ações com a capa da inconsciência. Essa inocência não constitui superioridade real com relação ao que eram antes, não. É a imagem do que deveriam ser e, se não o são, o consequente castigo exclusivamente sobre elas recai.
“Não foi, todavia, por elas somente que Deus lhes deu esse aspecto de inocência; foi também e sobretudo por seus pais, de cujo amor necessita a fraqueza que as caracteriza. Ora, esse amor se enfraqueceria grandemente à vista de um caráter áspero e intratável, ao passo que, julgando seus filhos bons e dóceis, os pais lhes dedicam toda a afeição e os cercam dos mais minuciosos cuidados. Desde que, porém, os filhos não mais precisam da proteção e assistência que lhes foram dispensadas durante quinze ou vinte anos, surge-lhes o caráter real e individual em toda a nudez. Conservam-se bons, se eram fundamentalmente bons; mas sempre irisados de matizes que a primeira infância manteve ocultos.” (Obra e questão citadas.)
Concluindo as explicações, os Espíritos acrescentaram:
“A infância ainda tem outra utilidade. Os Espíritos só entram na vida corporal para se aperfeiçoarem, para se melhorarem. A delicadeza da idade infantil os torna brandos, acessíveis aos conselhos da experiência e dos que devam fazê-los progredir. Nessa fase é que se lhes pode reformar os caracteres e reprimir os maus pendores. Tal o dever que Deus impôs aos pais, missão sagrada de que terão de dar contas.
“Assim, portanto, a infância é não só útil, necessária, indispensável, mas também consequência natural das leis que Deus estabeleceu e que regem o Universo.” (Obra e questão citadas.)
Reportando-se ao tema no livro O Consolador, obra mediúnica psicografada pelo médium Francisco Cândido Xavier, Emmanuel reafirmou o ensinamento acima e a ele acrescentou informações importantes que vale a pena reproduzir para o leitor.
Escreveu Emmanuel:
“O período infantil é o mais sério e o mais propício à assimilação dos princípios educativos. Até os sete anos, o Espírito ainda se encontra em fase de adaptação para a nova existência que lhe compete no mundo. Nessa idade, ainda não existe uma integração perfeita entre ele e a matéria orgânica. Suas recordações do plano espiritual são, por isso, mais vivas, tornando-se mais suscetível de renovar o caráter e a estabelecer novo caminho, na consolidação dos princípios de responsabilidade, se encontrar nos pais legítimos representantes do colégio familiar.
Eis por que o lar é tão importante para a edificação do homem, e por que tão profunda é a missão da mulher perante as leis divinas.
Passada a época infantil, credora de toda vigilância e carinho por parte das energias paternais, os processos de educação moral, que formam o caráter, tornam-se mais difíceis com a integração do Espírito em seu mundo orgânico material, e, atingida a maioridade, se a educação não se houver feito no lar, então, só o processo violento das provas rudes, no mundo, pode renovar o pensamento e a concepção das criaturas, porquanto a alma reencarnada terá retomado todo o seu patrimônio nocivo do pretérito e reincidirá nas mesmas quedas, se lhe faltou a Luz interior dos sagrados princípios educativos.” (O Consolador, questão 109.)
Resumindo: o jovem, ao final da adolescência, é a mesma pessoa da anterior existência, com outro nome e outra roupagem, mas o mesmo Espírito. Se experimentou alguma melhora, essa se refletirá no seu comportamento. Se tal não ocorreu, estaremos diante do mesmo indivíduo, com as virtudes e também os defeitos que ostentou no passado.




Como consultar as matérias deste blog? Se você não conhece a estrutura deste blog, clique neste link:http://goo.gl/OJCK2W, e verá como utilizá-lo e os vários recursos que ele nos propicia.




sexta-feira, 19 de maio de 2017

ESSA É A VERDADE VERDADEIRA! O BRASIL É UMA NAÇÃO DE CORRUPTOS POR MAIORIA, EXISTEM EXCEÇÕES!


Zépolino eu não pretendo te convencer a votar no Lula ou no PT. O que eu tento te dizer é que o Brasil é uma nação habitada por uma população corrupta!  O percentual de pessoas que não praticam corrupção é formada por um percentual insignificante.  Lembra do Advogado Pedro Souza? Ele gostava de reproduzir frases do Rui Barbosa a seguir “ Há de chegar o tempo em que o homem se envergonhará de ser honesto”.  O tempo é esse que estamos vivendo, infelizmente.

Neste momento, neste Brasil, neste Plano terreno qual será o partido político que vai fazer campanha eleitoral honestamente?  Me responde Zé?  Qual é o nome do partido e os líderes dos partidos?  Eu conheço a vida cultural do Brasil e do Maranhão por meio da convivência e da leitura.  E, te lembrar esquecido, que em Rosário uma cidade de mais de 40.000 habitantes quem não tiver dinheiro para comprar votos não se elege ao cargo de vereador. Ouviu-se dizer que o gasto médio de uma candidatura e/ou eleição do ano 2016 foi de R$ 80.000,00 e se falou em voz geral que teve eleição com gasto de R$ 300.000,00.

Avaliando pelo gasto de uma candidatura ao cargo de vereador, chega-se ao gasto de uma candidatura ao cargo de prefeito, de deputado, estadual, federal, de governador, senador e presidente da república. Então vocês acreditam que a corrupção vai acabar? Que o políticos vão gastar a fortuna da família deles só para serem bem feitores? Nessa sociedade de surdos, cegos, pedintes, difamadores e exploradores?

Eu não troco a candidatura Lula, que já fez, que sabe fazer, que assume que os mais pobres terão que fazer parte do orçamento do Estado, por ninguém e, principalmente por quem promete botar cinto de segurança nos Gays, nas Lésbicas etc.  e, podendo até mandar matar os nativos e escravizar os pobres e negros. 

Se quisermos mudar seremos nós os primeiros nunca exigindo das outras pessoas e fazendo as vezes até pior.